Jornada Especial Champions 2017/18 #6 – Anti-Mourinho

O último episódio especial da fase de grupos da Champions (e estes só voltam em Fevereiro, oh martírio!), pensamos em ser um pouco mais abrangentes que apenas nos focarmos no jogo do Mónaco e decidimos falar também da entrevista do Presidente, do que aí vem na Champions e qual é o adversário que os Cavanis gostavam de apanhar. Também olhamos para os próximos jogos, com um desvio sobre o treinador e o estilo de jogo que ele gosta, gostava ou poderá ainda vir a gostar. Ah e finalmente falamos do pior médio defensivo que nos lembramos!


Quem quiser continuar a ouvir pelo site, tranquilo, é só usar o leitor que está embutido no post de cada episódio. Quem ouvir usando uma app, seja iTunes, Podcast Addict, Pocket Casts, Podcast Republic ou tantas outras que por aí andam, pode encontrar o Cavani aqui:

Feed RSS: http://aculpaedocavani.porta19.com/feed/mp3/
iTunes: https://itunes.apple.com/pt/podcast/a-culpa-%C3%A9-do-cavani/id1276400376 ou através da store
YouTube: https://goo.gl/QH46Ux
PlayerFM: https://player.fm/series/a-culpa-do-cavani-1512907
Stitcher: https://www.stitcher.com/podcast/jorge-bertocchini/a-culpa-e-do-cavani


A Culpa é do Cavani está disponível aqui:

RSS | iTunes | YouTube | PlayerFM | Stitcher | Spotify

3 opiniões sobre “Jornada Especial Champions 2017/18 #6 – Anti-Mourinho

  1. «what the fuck the fuckin’ fuck»! mas está tudo louco?! então esquecemo-nos de quem nos ofereceu títulos?! eu não gostei n-a-d-a da forma como o Falcao saiu, mas se tivesse estado no Estádio ter-me-ia levantado para o aplaudir – tal como fiz com o Deco, no seu regresso a nossa casa, com a camisola do Chelsky, em 2009.

    1. Ó caramelo! Então e estava a falar de aplaudir o Falcao quando ele estava a aquecer? Ou a entrar? Ou a sair?

      Não!!!

      Estava a falar de o aplaudir quando marcou UM GOLO CONTRA NÓS!

      Abraçom, meu murcom!

      E é “What tha fuckin freakin fuck”!

  2. Jorge, eu refiro-me a isso mesmo: aplaudir um golo contra. eu seria mais um a fazê-lo, apesar de não ter gostado mesmo n-a-d-a da forma como (e quando) ocorreu a sua transferência para o patético de Madrid.
    {aliás e se me permites, recomendo a leitura do ponto 3., da crónica do Professor Jesualdo Ferreira, na edição impressa de OJOGO de hoje, Domingo.}
    [email protected]ço

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.