Jornada 14 – Arnaldo Pedro

Mais uma jornada com boa disposição do povo, entremeada com um par de discussões bem sérias sobre o pós-Bessa, apontando o foco para a oscilação do estrategizar do Sérgio quando enfrenta rivais fortes ou fracos, a opção AA/Óliver ou a forma como o Vassalo assume que é um gajo que se enerva rapidamente, porque esteve por pouco o segundo rant completo do Cavani! Esse par de tres discussões seguiu-se ainda a antevisão do jogo contra o Leipzig, polvilhado com tiradas sobre Football Manager, conferências de imprensa e nepotismo. Really.


Quem quiser continuar a ouvir pelo site, tranquilo, é só usar o leitor que está embutido no post de cada episódio. Quem ouvir usando uma app, seja iTunes, Podcast Addict, Pocket Casts, Podcast Republic ou tantas outras que por aí andam, pode encontrar o Cavani aqui:

Feed RSS: http://aculpaedocavani.porta19.com/feed/mp3/
iTunes: https://itunes.apple.com/pt/podcast/a-culpa-%C3%A9-do-cavani/id1276400376 ou através da store
YouTube: https://goo.gl/QH46Ux
PlayerFM: https://player.fm/series/a-culpa-do-cavani-1512907
Stitcher: https://www.stitcher.com/podcast/jorge-bertocchini/a-culpa-e-do-cavani

4 opiniões sobre “Jornada 14 – Arnaldo Pedro

  1. Bom dia Cavanis!

    Mais uma hora agradavelmente passada na vossa companhia.

    Despertou-me tanto para dizer que vou tentar ser telegráfico nos diversos pontos, correndo o risco de resultar uma bela salgalhada.

    Contextos. ( serve de titulo e sem lógica na sua ordenação, notas soltas)

    1- Creio que, aquando do sorteio, SC tinha zero jogos como treinador na CL.

    2-SC não está só na estrutura do Porto, tem um presidente e um chefe de departamento de futebol com muitas provas dadas.

    3 – Nem tudo é vertigem no jogo do Porto. Gosta que a bola chegue rápido á frente, mas com apoios suficientes à construção e à recuperação de segundas bolas.

    4 – O Casillas é, actualmente, o nosso melhor guarda- redes. As explicações não teem sido as melhores, mas talvez as possíveis.

    5 – Ainda falta capacidade de, em alguns momentos, a equipa segurar a bola a meio campo. Não sei se por design, ou por os processos ainda não estarem suficientemente trabalhados.

    6 – A teimosia, a existir, resulta sempre da soma de dois ( ou mais) teimosos.

    7 – Continuo a achar que o Oliver é um diamante ( nem completamente em bruto, nem completamente lapidado). Temos diversas soluções para o meio-campo.

    8 – Depois de 4 anos sem ganhar nada, creio que não há Portista sem medos e preocupações. Os meus são que se deite fora o bebé junto com a água.

    9 – Gosto da imagem de macho alfa, porque me reporta sempre para alcateia. Assim, não me vejo como uma ovelha, mas sim, no contexto do clube, um macho delta ou épsilon.

    10 – Muito do que escrevi é redundante em relação ao que vocês veem dizendo ao longo dos anos.

    Um abraço e saudações Portistas.

    1. Isso de segurar a bola no meio campo é que não me parece que nos assista. Os apoios, em teoria sim, com alas que sabem jogar a virem para dentro. Na prática, nop. Porque a primeira fase de construção está entregue…aos centrais durante demasiado tempo.
      Obrigado pela paciência Paulo.

  2. Boas Cavanis,

    A minha equipa para 4a feira é a mesma do Vassalo. 433 com Herrera e Oliver. Se vai ser? Tenho dúvidas…no Casillas 🙂

    Sobre o André André, no melhor período dele até hoje (2a época Lopetegui até início de dezembro), não era diferente disto. Mas com mais intensidade. De resto sempre me pareceu limitado.
    Então neste sistema de 2 médios do SC, acho muito mau. Seria com certeza a última opção.
    O Oliver está a sentir dificuldade pelo estilo do SC. Mas…e há sempre um mas…fomos ganhar a Braga e enquanto teve pilhas foi o melhor. Além do Danilo.
    O Oliver não jogar num 442 e jogar o Herrera? ok, percebo. Num 433 não jogar o Oliver? Não percebo.
    Mas tudo bem. Está a resultar e é o que queremos. Acho que saímos quase todos insatisfeitos com a exibição no Bessa, mas saímos todos contentes. Por mim falo.

    De resto mais um grande Cavani, o rant foi delicioso :)) puro! Ainda bem que não cortaram 🙂

    Centrais? Tenho ideia de não haver tanta mediocridade como laterais mas por exemplo:
    João Manuel Pinto, não gostava nada desse Morcon. Stepanov (Jorge já falou nele), João Paulo também nada de especial. Matias, que veio ou foi para o Leça. Alguns exemplos. Argel, fraco! 🙂

    Abraço aos Cavanis

Deixar uma resposta