Jornada 6 – Nutella até ao pescoço

Em mais uma edição remota (descobrimos que assim é mais fácil, vá-se lá saber porquê), a revisão do Mayweath…perdão, do Braga vs Porto, entre outros temas importantíssimos: o porquê do Vassalo estar a fazer uma espécie de dieta pré-histórica ao avesso, a mudança de postura do Bertocchini perante a forma do Marega e a vontade do Silva em ver o Guimarães na Liga Europa. Só pelos nomes, mind you.

IMPORTANTE: não esquecer que mudou o feed de RSS para os que usam leitores de podcasts ou para quem subscreve via feedly ou outros leitores do género. Quem quiser continuar a ouvir pelo site, tranquilo, é só usar o leitor que está embutido no post de cada episódio. Quem ouvir usando uma app, seja iTunes, Podcast Addict, Podcast Republic ou tantas outras que por aí andam, o feed é este:

http://aculpaedocavani.porta19.com/feed/mp3/

MAIS IMPORTANTE: o Cavani agora tem um novo logo. tentem adivinhar quem é que está retratado naquela silhueta minimalista. não é complicado, vá lá.

AINDA MAIS IMPORTANTE: estão a ver ali em cima onde diz iTunes? pois, já devia estar lá, não devia? claro que devia. e agora já está, é só pesquisar e já devem encontrar-nos. achamos nós, que ao que parece não percebemos nada de tecnologias. nem de bola.

7 opiniões sobre “Jornada 6 – Nutella até ao pescoço

  1. Olá Malta. Ainda não perdi um Cavani (nem tenciono), sou angolano (preto), portanto cuidado com a língua, estou a brincar é na boa, vivo em Lisboa e sou portista doente, daqueles que nos últimos quatro anos não se importaria muito que um qualquer militante do ISIS, irrompesse com um camião TIR, pelo Marquês de Pombal dentro numa certa altura do ano. Ok isso também não, não tanto, mas quase.
    Como devem imaginar, aqui sou bombardeado com uma quantidade de informação quase pornografica sobre os adversários, por isso mesmo ouvir-vos, ou ler os vossos blogs ou sites (porta19), é quase um mana para mim. So keep up the good work.

    PS: Sou casado tenho dois filhos e vivo com uma sobrinha, são todos portistas, por minha influência (ou fingem bem), não sei como é que o Jorge (porta19) aguenta!!!
    PS2: A alguns anos o Jorge (porta19), publicou no seu blog (não sei se na altura já era site), um post sobre o nabo, eu gostei tanto, que tive que partilhar no meu facebook, mas fiz menção da origem do mesmo, por isso perdoe-me Jorge.

    1. o Jorge aguenta como pode…o Jorge tem uma capacidade do carago…o Jorge é o maior a falar de nabos…e é o Jorge que está agora a escrever, mau era não dizer isso!!!

      obrigado, Luís. as piadas com o Marega são isso mesmo, piadas. nem concebo outra forma de viver sem ser a sorrir, caso contrário como imaginas que aguentaria viver com uma benfiquista ferrenha? 🙂

      o artigo sobre o nabo teria sido este: http://www.porta19.com/2014/09/o-nabo/? não tem mal nenhum partilhares, pelo contrário! quanto mais pessoas lerem, porreiro!

      grande abraço,

      1. Olá Cavanis, é exactamente esse, está fantástico, acho que existe um desses em todos os locais de trabalho, no meu caso ele está perfeitamente identificado, e é arrepiaste como ele cabe exactamente neste molde!
        Deixa lá Jorge, eu falo, mas tive que matricular o meu “maivelho” numa escola de futebol ligado ao 5lb, e ainda sou obrigado a ter que ir assistir, o que me aquece o coração (azul e branco), é que ele tem o meu feitio e nunca esconde a sua preferência clubistica, mesmo eu tendo já lhe dito, que por questões de segurança (não fosse a escola de futebol da antiga Musgueira, cuja única coisa que tem de bom é ter sido a escola do R. Santos, porque de resto é só tristeza) ele pode mentir. Fazer o quê? É um portista…

  2. Magabilha 🙂

    Obrigado pelos bons 44 minutos…

    Numa de discos pedido, gostava muito de ouvir a vossa opinião sobre a ida do Rui Pedro para um clube como o Boavista (preferia um clube com um futebol mais positivo) e se acham que é mais um que nunca mais volta a casa?

    Fiquem bem e obrigado

  3. Boas
    Sem querer responder ao amigo Pinho, mas se me permitirem dar a minha opinião, acho que foi o possível, inclusivamente até acho mesmo que foi a melhor opção, pelos seguintes motivos;

    1. Apesar de tudo, é um clube da primeira liga, julgo que será sempre um aliciante para o rapaz, e fará com que ele defronte os habituais adversários do FCP.

    2. O ser um clube com um futebol pouco vistoso, poderá obrigar o rapaz lutar para “se fazer a vida”, de um ponto de vista de um clube que entrega o seu ataque a dois ou três jogadores ofensivos e que mesmo assim têm uma grande responsabilidade na defesa julgo que ele só terá a aprender, ou então julgo que não aprenderá mais em lado nenhum. Não quer dizer que ser um bom ponta de lança no BFC, seja necessariamente um bom ponta de lança para o FCP, mas pode ser um bom princípio, ou seja indiciará pelo menos um jogador combativo (posso estar errado, assumo).

    3. Esta não tem na haver com o clube para onde vai, mas pelo menos não o temos no Olival a treinar dia após dia, para não ser titular nem no plantel principal, nem na B, o que deveria ser devastador para a moral do rapaz.

Deixar uma resposta